728x90 AdSpace

  • Novidades

    sábado, 12 de junho de 2010

    Dia dos Namorados longe

    Fazer declaração de amor, convidar para um jantarzinho romântico ou até mesmo discutir a relação tem que ser feito pessoalmente, DEPENDE. Em muitos casos isso não é possível. Procurando um bom exemplo de pessoas que vão passar o Dia dos Namorados distantes, resolvi ser o exemplo. 

    Minha namorada mora a mais de 350 km de distância, traduzindo isso para o relógio, são mais de 6h num ônibus que cruza o Rio de Janeiro rumo a São Paulo. A solução encontrada para matar aquela que nos mata (SAUDADE) foi o celular.

    Nos vemos uma vez por mês, mas nos falamos todos os dias. No entanto, o custo deste bate papo não é nada agradável. Por sorte, ela tem uma promoção que lhe dá direito a alguns minutos diários para fazer um DDD.

    Muitos namorados fazem uso do celular para matar a saudade. Não importa se ele tira foto, navega na net, ou até mesmo se frita ovo (rsrs), o importante é ter um celular para conversar. De acordo com uma pesquisa realizada pela Serasa Experian, os aparelhos celulares foram a escolha de 25% dos entrevistados para dar de presente no Dia dos Namorados.

    Para o pastor Carlos Roberto Martins do Santos, da igreja Evangélica Congregacional de Bento Ribeiro (RJ), nem todos estão preparados para o relacionamento à distância, pois o amor requer proximidade.

    Ele afirma que o casal deve estar certo se o sentimento é realmente amor, porque se não for algo de Deus, encontrarão dificuldades. “Chega um momento que a distância se torna muito forte e se o relacionamento não for de Deus, a pessoa não aguenta. A pessoa sente falta, necessidade de falar e de estar perto. Mas, lembre-se que a distância é maior que a paixão, mas não maior do que o amor”, afirma.

    O importante mesmo é manter sempre o contato com o (a) namorado (a). Para isso, utilize todas as formas de comunicação disponíveis. A internet disponibiliza diversas ferramentas de comunicação, que são gratuitas. Use a imaginação na hora de conversar com seu amor, pode ser até um sinal de fumaça.

    Lembre-se que "a distância pode separar duas bocas que se beijam, mas nunca dois corações que se amam".

    Exemplo

    Os jovens Gislene Martins e Wanderley Rosa são um exemplo de que o namoro a distância pode dar certo. Tudo começou em 2000 quando em um congresso de jovens em Piranguinho (MG) Gislene conheceu Wanderley.

    Ele morava em Lorena (SP), porque cursava Engenharia Química na USP-EEL. O pedido oficial de namoro foi feito no mesmo ano. “Foi inesquecível”, relata Gislene que admira o esforço do seu amado. “Ele tinha que andar 2hs de ônibus e 3 km a pé para me ver”.

    Durante os 5 anos de namoro, consagravam - se aos sábados e pediam confirmação de Deus. No dia 21 de abril de 2007 se casaram. “Hoje é impossível ficarmos distantes um do outro. Nada pode nos separar, porque o que Deus uniu não separa o homem”, testifica.

    Atualemente Wanderley pastoreia uma congregação da AD em Itajubá (MG) e depois de três anos de casados, eles esperam o nascimento do primeiro filho ou filha para dezembro!

    Dicas para manter um namoro saudável mesmo com a distância

    - Não deixe o ciúme atrapalhar
    - Aproveite a distância para conversar
    - Confie no seu namorado (a)
    - Aprenda a lidar com o momento da despedida
    - O amor supera tudo!


    Por Ivan Carlos via CPADNews
    • Commentários do Bloger
    • Comentários do Facebook Comments

    0 comentários:

    Item Reviewed: Dia dos Namorados longe Rating: 5 Reviewed By: Lejota Soluções
    Scroll to Top