Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
...

quarta-feira, 29 de julho de 2015

Conheça o Projeto Missionário Paixão por Missão


Formado em 2009, o projeto missionário Paixão por Missão começou com viagens missionárias e conferencias de missões e trabalhos evangelísticos. Hoje conta com voluntários e parceiros para suas atividades.

Veja o vídeo e conheça um pouco desta obra de Deus, ao qual tenho o prazer de ajudar.


Você pode ajudar.

Paixão por Missão pede a sua ajuda para  seus trabalhos missionários e evangelísticos

Seja um intercessor

Você pode nos ajudar sendo um intercessor deste ministério, preenchendo o formulário online.
Marque seu horário de oração
http://form.jotformz.com/form/50011149429649 

Seja um contribuidor

Nosso projeto missionário tem alcançado vidas em diferentes países e comunidades, você pode nos ajudar, fazendo uma doação online das seguinte maneiras.

Via Paypal
 

Via Pagseguro




Via Deposito bancário







Muito Obrigado Deus te abençoe

segunda-feira, 27 de julho de 2015

Escola púbica terá de pagar multa após pastor orar em evento

Ateus processaram direção por ter “promovido o cristianismo”

Um juiz federal em Mississippi condenou o distrito escolar do condado de Rankin, no Mississipi, por ter “promovido o cristianismo” durante eventos escolares. A multa estipulada foi 7.500 dólares (cerca de 22 mil reais) e veio como ganho de causa para uma organização ateísta.
A Associação Humanista Americana (AHA), grupo que luta contra o ensino religioso nos Estados Unidos, entrou com um processo contra a escola de ensino médio Northwest Rankin.
O motivo foi a presença do pastor Rob Gill, da igreja batista da cidade, em uma reunião na escola. Nela foi exibido um vídeo sobre como os jovens devem enfrentar problemas como sexo antes do casamento, drogas, suicídio e outras questões.
Um breve vídeo com o testemunho de dois adolescentes que conseguiram superar essas lutas por causa de sua fé em Jesus Cristo. O pastor também explicou aos estudantes sobre a esperança que Cristo oferece e encerrou pedindo que os estudantes orassem com ele.
Quando soube do ocorrido, a AHA enviou uma carta aos funcionários da escola, comunicando que entraria com uma ação judicial. Em sua defesa, a escola argumenta que o convite ao pastor surgiu de um grupo de alunos que desejavam compartilhar algo positivo com seus colegas e que nenhum aluno foi obrigado a ficar.
Agindo em nome de um aluno que frequenta a escola de Rankin e sentiu-se ofendido, o grupo ateísta exige a proibição de qualquer religião durante eventos escolares, por se tratar de um órgão público. Eles anexaram à queixa o relato da distribuição de Novos Testamentos feito pelos Gideões Internacionais aos alunos dentro da escola.
Quem julgou o caso foi um juiz federal designado pelo presidente Barack Obama, que vem enfrentando várias disputas com organizações cristãs por conta de sua política liberal. Ele condenou o distrito escolar. Além de precisar pagar os 7.500 dólares agora, caso venha a se repetir qualquer tentativa de “promover o cristianismo”, o distrito terá de pagar US$ 10.000 por “incidente”.
Não é o primeiro caso do tipo nos EUA. A organização American Civil Liberties Union (ACLU) venceu um processo judicial no Estado do Kentucky exigindo a proibição da distribuição de Bíblias dos Gideões nas escolas públicas. Com informações de Christian News e Headlines via GospelPrime


segunda-feira, 20 de julho de 2015

Você tem amigos na igreja? #diadoamigo



Há metas de palestras de casamento, retiros e conferências. Há séries de vídeos e livros para recém-casados e noivos. A maioria das igrejas oferece aconselhamento conjugal, e a maioria dos pastores prega sobre isso com alguma regularidade na igreja. E o mesmo é verdade com relação à criação de filhos. Há dezenas de livros a respeito disso. Existem a EBD, blogs e ministérios que se concentram no relacionamento entre pais e filhos. Tudo isso é bom.

Mas você já notou que raramente estudamos sobre a amizade? Entre os relacionamentos mais importantes, a amizade é a menos abordada na igreja.

Pense sobre as suas maiores alegrias na vida. Elas provavelmente orbitam em torno dos seus amigos — os bons momentos passados juntos, as grandes conversas, as risadas, o compartilhar, o prazer de se relacionar intimamente (não de fazer panelinha!) com outra pessoa ou com um grupo de pessoas.
Agora pense nos momentos mais dolorosos da vida. Sem dúvida, doença e tragédia estão na lista. E ainda assim, frequentemente, tais dificuldades são amenizadas pelo apoio de amigos e família. Mas quando a amizade vai mal — quando as coisas ficam constrangedoras ou quando você se sente excluído — nenhuma saúde ou prosperidade pode preencher o vazio. Muitas coisas ruins podem se tornar maravilhosas com amigos, e quase tudo o que há de bom pode ser terrível sem eles.

O pior verão da minha vida foi o verão que passei enfurnado em uma cabana nas montanhas do Colorado, trabalhando em um livro de estudos sobre governo nacional. Por três meses eu trabalhei 10 horas por dia estudando ciência política com um colega de classe e o nosso professor da faculdade. Nós não tínhamos eletricidade (nós recarregávamos nossos laptops na cidade todos os dias) nem encanamento interno (nós usávamos uma casinha). Mas esse não era o problema principal. Eu me acostumei com o estilo de vida rústico. O problema era a falta de amigos. Eu estava cercado de beleza natural sublime, trabalhando em algo que eu gostava bastante e tinha tempo livre todas as noites e todos os fins de semana para ler, correr ou explorar. Mas eu estava triste, porque eu me sentia completamente sozinho.

É surpreendente que não falemos com mais frequência sobre amizade na igreja. Dependendo de como você define amizade, a Bíblia pode ter mais a dizer a respeito do relacionamento entre amigos do que sobre casamento e o relacionamento entre pais e filhos. Além disso, eu aposto que a “satisfação” da igreja é amplamente baseada em duas coisas. Se você encontra alegres frequentadores, estou certo de que você encontra esses dois itens presentes, e onde os membros estão descontentes, posso quase garantir que essas duas coisas estão faltando: ensino de qualidade e relacionamentos de qualidade. Sem dúvida, há muitos outros aspectos importantes da vida eclesiástica. Mas para a maioria das pessoas, esses são os que mais importam. As pessoas querem uma igreja que as ensine bem (o que inclui sermões, louvores, classes e estudos bíblicos) e uma igreja onde elas possam fazer amigos.
Eu não sei se fazer amigos está mais difícil do que nunca. De certa maneira, com a possibilidade de viagens e a tecnologia, está mais fácil do que costumava ser. Mas ainda há diversos fatores que diminuem a possibilidade de amizade genuína.

  • Somos extremamente móveis, nos mudando de lugar em lugar, raramente ficando estabelecidos em um local por um longo período.
  • Somos consumidos pela vida familiar, colocando quase todo o nosso tempo livre em nossos filhos e, o que resta, em nossos cônjuges.
  • Somos enganados pelo e-mail e pelo Facebook, imaginando que temos centenas de relacionamentos espetaculares quando, na verdade, temos um monte de “torcedores”, conhecidos e poucos amigos de carne e osso.
  • Somos fascinados por relacionamentos de mão única, gastando energia emocional ao criarmos laços com nosso ator favorito, nosso atleta favorito ou nosso concorrente favorito do American Idol.
  • Amizade é algo maravilhoso e todos nós queremos uma. Mas amigos podem ser difíceis de conseguir. Isso não é novidade. Um verdadeiro amigo sempre foi um dos dons de Deus mais buscados. “Muitos proclamam a sua própria benignidade; mas o homem fiel, quem o achará?” (Provérbios 20:6). Felizmente, o livro de Provérbios fala muito de amizade. Ele não irá ajudá-lo a encontrar amigos, pelo menos não diretamente. Mas Provérbios o ajudará a ser um amigo melhor. E os melhores amigos normalmente têm os melhores amigos.
Em particular, Provérbios nos convida a fazer três perguntas relativas à amizade: Você é falso? Você é desagradável? Ou você é fiel?

Por: Kevin DeYoung; Original: The gift of friendship and The godliness of good friends; Copyright © The Gospel Coalition; Website: TheGospelCoalition.orgTradução: Alan Cristie; Revisão: Renata do Espírito Santo; Original: O Dom da Amizade: você tem amigos na igreja? (1/4); Copyright © Voltemos ao Evangelho; Website: VoltemosAoEvangelho.com.

Feliz dia do Amigo



quinta-feira, 16 de julho de 2015

Ganhando dinheiro com o Beruby


 
Beruby é um cashback onde os usuários recebem um reembolso em dinheiro por cada compra que realizarem nas mais de 250 lojas ou sites parceiros.

É muito confiavel e praticamente qualquer compra que você realize nas mais de 250 lojas disponíveis em beruby irão gerar um reembolso que você vai poder ver no seu saldo em beruby e sacar por PayPal. Estas comissões são atribuídas pelas lojas e beruby repassa o valor total aos usuários.você receberá um reembolso pelas suas reservas de voos, hotéis, aluguel de carros, etc. O dinheiro poderá ser sacado através da sua conta PayPal. As reservas que você faz nos seus sites de viagens favoritos geram um dinheiro extra graças ao modelo de cashback de beruby.

existem muitas outras maneiras de economizar nas suas compras online, como os cupons ou códigos de desconto que você encontra da seção de Ofertas. Você também pode ganhar dinheiro sem ser necessário comprar (por exemplo, responder a questionários, visualizar vídeos, registros, etc) e assim obter mais economias na Internet.



beruby foi criado em Julho de 2007 na Espanha e atualmente tem presença em 14 países. A empresa superou os 2 milhões de usuários registrados com um volume de compras anual de mais de 20 milhões de euros. Em beruby realizam-se por mês 2,5 milhões de visitas e 10 milhões de páginas vistas.

segunda-feira, 13 de julho de 2015

O que diz a Bíblia a respeito de tatuagens e piercings?



A lei do Velho Testamento ordenou aos israelitas: “Pelos mortos não dareis golpes na vossa carne; nem fareis marca alguma sobre vós. Eu sou o Senhor” (Levítico 19:28). Portanto, apesar de não estarem os crentes sob a lei do Velho Testamento nos dias de hoje (Romanos 10:4; Gálatas 3:23-25; Efésios 2:15), o fato de ter havido um uma ordem contra tatuagens deveria nos fazer pensar sobre a questão. O Novo Testamento não faz menção sobre os crentes fazerem ou não tatuagem.

Em relação às tatuagens e piercings, um bom teste é determinar se podemos ou não, com honestidade e sã consciência, pedir a Deus que abençoe e use esta atividade particular para Seus bons propósitos. “Portanto, quer comais quer bebais, ou façais outra qualquer coisa, fazei tudo para glória de Deus” (I Coríntios 10:31). A Bíblia não se coloca condenando tatuagens ou piercings, mas também não nos dá razão alguma para crermos que Deus nos deixaria fazê-los.

Outra questão a considerar é o recato. A Bíblia nos instrui ao recato no vestir (I Timóteo 2:9). Um aspecto do vestir recatadamente é nos certificarmos de que cada parte que precisa ser coberta com roupas está adequadamente vestida. Entretanto, o significado essencial do recato é não chamar atenção para si mesmo. As pessoas que se vestem com recato o fazem de maneira tal que jamais chamam atenção para si mesmas. Tatuagens e piercings, com certeza, são chamativos. Neste sentido, as tatuagens e piercings não são recatados.

Um princípio importante das escrituras a respeito de casos sobre os quais a Bíblia não lida especificamente é que, se há dúvidas se isto agrada ou não a Deus, então é melhor não fazê-lo. 
“Mas aquele que tem dúvidas, se come está condenado, porque não come por fé; e tudo o que não é de fé é pecado” (Romanos 14:23). 
Precisamos ter em mente que nossos corpos, assim como nossas almas, foram redimidos e pertencem a Deus. Apesar de não se aplicar diretamente a tatuagens e piercings, I Coríntios 6:19-20 nos dá um princípio: “Ou não sabeis que o vosso corpo é o templo do Espírito Santo, que habita em vós, proveniente de Deus, e que não sois de vós mesmos? Porque fostes comprados por bom preço; glorificai, pois, a Deus no vosso corpo, e no vosso espírito, os quais pertencem a Deus.” Esta grande verdade deve sempre pesar no que fazemos e até onde podemos ir em relação a nossos corpos. Se nossos corpos pertencem a Deus, deveremos sempre nos certificar de que temos Sua clara “permissão” antes de neles deixarmos “marcas” com tatuagens e piercings.


Qual a sua opinião sobre isso ?





quarta-feira, 8 de julho de 2015

Os Jovens moravianos



Descrição do avivamento acontecido no século XVI na Morávia.


Os Moravianos foram os primeiros protestantes a colocar em prática a idéia de que a evangelizacão dos perdidos é dever de toda a igreja, e não somente de uma sociedade ou de alguns indivíduos.

Paul Pierson, missiólogo, escreveu: “Os Moravianos se envolveram com o mundo das missões como uma igreja, isto é, toda a igreja se tornou uma sociedade missionária”. Devido ao seu profundo envolvimento, esse pequeno grupo ofereceu mais da metade dos missionários Protestantes que deixaram a Europa em todo o século XVIII.

Devido os Moravianos terem sido pessoas sofredoras, podiam facilmente se identificar com aqueles que sofriam. Eles iam àqueles que eram rejeitados por outros. Dificilmente qualquer missionário seria mandado para a costa leste de Honduras ou Nicarágua. Essas partes da América Central eram inóspitas. Lá, contudo, estavam os Moravianos. Isso era característico da vocação missionária deles; eles se dirigiam a pessoas receptivas. Devido ao fato de os Moravianos crerem ser o Espírito Santo o “Missionário” primário, aconselhavam seus missionários a “procurarem as primícias, procurarem aquelas pessoas que o Espírito Santo já havia preparado, e trazer-lhes as boas novas”. Eles colocavam o crescimento do reino de Cristo acima de uma expansão denominacional. A obra missionária Moraviana era regada de oração. 

No ano de 1727, em Herrnhut na Alemanha , ocorreu um grande avivamento espiritual, os Moravianos começaram uma vigília de virada de relógio, vinte e quatro horas por dia, sete dias por semana, trezentos e sessenta e cinco dias por ano. Nesse período o livro devocional conhecido como Lemas Diários, que ainda tem sido publicado pela Igreja Moraviana, era o devocional mais amplamente usado entre os cristãos europeus. O ministério Moraviano era fortemente regado por oração.

Os Dois Jovens Moravianos

Durante esse período dois jovens Moravianos, de 20 anos ouviram sobre uma ilha no Leste da Índia cujo dono era um britânico agricultor e ateu, este tinha tomado das florestas da África mais de 2000 pessoas e feito delas seus escravos, essas pessoas iriam viver e morrer sem nunca ouvirem falar de Cristo. 


Esses jovens fizeram contato com o dono da ilha e perguntaram se poderiam ir para lá como missionários, a resposta do dono foi imediata: “Nenhum pregador e nenhum clérigo chegaria a esta ilha para falar sobre esta coisa sem sentido". Então eles voltaram a orar e fizeram uma nova proposta: "E se fossemos a sua ilha como seus escravos para sempre?", o homem disse que aceitaria, mas não pagaria nem mesmo o transporte deles. Então os jovens usaram o valor de sua própria venda pelo custo de sua viagem.

No dia que estavam no porto se despedindo do grupo de oração e de suas famílias o choro de todos era intenso, pois sabiam que nunca mais veriam aqueles irmãos tão queridos, quando o navio tomou certa distância eles dois se abraçaram e gritaram, e suas últimas palavras ouvidas foram: "QUE O CORDEIRO QUE FOI IMOLADO RECEBA A RECOMPENSA DO SEU SOFRIMENTO". 



terça-feira, 30 de junho de 2015

Após quase 50 anos, acaba proibição de bíblias em Cuba

Após a reaproximação dos Estados Unidos e Cuba, surgiu uma oportunidade rara para os missionários. Há quase 50 anos Bíblias não eram encontradas nas livrarias cubanas. Um cristão tinha acesso a elas apenas pela rede de igrejas subterrâneas. Agora essa situação mudou.
Este mês, a International Missions Board (IMB), maior agência missionária dos Estados Unidos, enviou 83.000 bíblias para a ilha caribenha. Há relatos que existem extraoficialmente cerca de 1200 igrejas evangélicas em Cuba. O regime comunista dos irmãos Castro proibia a abertura de templos “não registrados”.
O IMB relata que este é um tempo de crescimento dos evangélicos.  A nação comunista proibiu a distribuição da Bíblia abertamente em 1969.  Até recentemente as bíblias que chegavam até os cubanos precisavam ser contrabandeadas e seguidamente eram apreendidas pelas autoridades. Centenas de missionários já foram presos e extraditados por tentarem levar literatura bíblica escondida desde a década de 1960.
Segundo David Isais, que faz parte da Comissão Bíblia de Cuba (CBC), o ministério Revival Fires [Fogo do Avivamento] pretende entregar pelo menos 250 mil bíblias em Cuba este ano. O seu objetivo é que as ofertas possibilitem atenderem o pedido de 1 milhão feito por pastores cubanos. Isais explica que o governo está fazendo um programa experimental que pode ser interrompido a qualquer momento se a distribuição “criar muitos problemas”.
A Comissão Bíblica de Cuba serve como “ligação” entre o governo e as igrejas em Cuba há mais de seis décadas. Para ele é um grande alívio essa liberdade. Algumas igrejas têm apenas uma ou duas bíblias para toda a congregação e muitos pregadores cubanos precisam dividir um mesmo exemplar para estudar e pregar.
A CBC firma que foram autorizados a colocar bíblias não só nas igrejas, mas também em escolas, prisões e bibliotecas. Sua expectativa é que a ampla distribuição da Palavra de Deus gere um avivamento entre os cubanos. Com informações CBN e Joplin Globe
Fonte: Gospel Prime


terça-feira, 23 de junho de 2015

Pastor perdoa assassino de seu pai e o convida para contar testemunho à igreja


O perdão é um gesto que exige muito de quem o dá, mas tem uma inegável força de reconciliação e restauração de sentimentos. Um caso incrível de perdão foi revelado essa semana na cidade de Murfreesboro, estado do Tennessee (EUA).

O pastor batista Phillip Robinson contou para a congregação a história de redenção de Ron Hammer, condenado por homicídio em 1986. O detalhe, no entanto, é que o crime cometido por Hammer foi contra o pai do pastor, Wayne Robinson.

Hammer matou Wayne Robinson a tiros, no estacionamento de um supermercado. Uma década após ter sido preso, ele se converteu ao Evangelho. Seu testemunho foi contado à Igreja Batista Nova Visão através de uma conferência realizada via Skype, e organizada pelo próprio pastor Philip.
“Eu entreguei a minha vida a Cristo em outubro de 1996, mas não sentia as bênçãos que Cristo tinha para minha vida por completo. Até que um dia eu ouvi um sussurro dizendo a mim: ‘Bem, você tem que confessar o que fez à família Robinson’. Então, eu sentei e escrevi uma carta para senhora Robinson (mãe do pastor), o qual já tinha passado anos do dia que o crime aconteceu. E eu contei a ela como eu tinha tirado a vida de seu pai, como aconteceu e como foi um acidente, e eu nunca quis machucar ninguém”, disse, dirigindo-se ao pastor.

À época, Hammer foi sentenciado à prisão perpétua, com um adicional de 35 anos por assalto à mão armada. O pastor contou que, quando seu pai morreu, ele desejou que o mesmo acontecesse com o criminoso, segundo informações do Christian Post.

“Eu queria vê-lo morto”, disse o pastor Robinson. “Eu queria que ele pagasse o preço total por seu crime”, acrescentou. O líder evangélico disse que oito anos após a condenação, seu coração já havia encontrado paz para liberar o perdão, mas ele não tinha meios de entrar em contato com o assassino de seu pai.

Quando Hammer escreveu a carta pedindo perdão, 13 anos depois do crime e três após ter se convertido, Philip Robinson enxergou uma oportunidade de colocar a história definitivamente no passado.

Ambos começaram a trocar cartas, e daí, surgiu uma amizade: “Essa carta sua, Phillip, realmente me tocou”, disse Hammer ao pastor, na frente de sua congregação. “As palavras de sabedoria que Deus tinha plantado em seu coração para me dizer que aquele dia mudou minha vida. Eu sou abençoado pelo perdão que você me deu”, acrescentou

Uma prova da reconciliação e a amizade entre Hammer e a família Robinson é que tanto o pastor quanto sua mãe testemunharam a favor dele em uma audiência de liberdade condicional em 2013. O gesto de perdão contribuiu para que o condenado fosse libertado da prisão no último mês de março, e em maio, Philip e Hammer se encontraram pela primeira vez. Agora, eles estão escrevendo um livro juntos sobre a história de vida de ambos.
Vídeo da conferencia em Inglês 

segunda-feira, 22 de junho de 2015

Presbítero e Cantor Ozias Henrique morre no pulpito da Assembleia de Deus #video

O Presbítero e Cantor Ozias Henrique, 43, morreu na noite desta terça-feira (16), durante um culto de lançamento do 3° CD da dupla Gilberto e Gilmar que acontecia no setor 24 da igreja evangélica Assembleia de Deus, no bairro Ulisses Guimarães, Zona Leste de Porto Velho. 

O cantor fazia a apresentação da dupla, quando caiu no chão do púlpito, bateu a cabeça em um aparelho de som e foi levado as pressas para uma unidade de Pronto Socorro do bairro José Adelino. Os médicos tentaram reanima-lo, mas não conseguiram.


Como perdoar e viver livre da amargura - Pr. Edison Queiróz #video

Uma mensagem muito importante sobre o perdão. Como perdoar e ser livre!



domingo, 21 de junho de 2015

Familiares de vítimas perdoam assassino de Charleston no tribunal


Susie Jackson; Sharonda Coleman-Singleton; DePayne Doctor; Ethel Lance; Daniel Simmons Sr.; Clementa Pinckney; Cynthia Hurd; Tywanza Sanders.
Na noite desta quarta-feira (17) um homem branco invadiu uma igreja em Charleston, Estados Unidos, e atirou nos fiéis deixando nove mortos e três feridos graves.
O local da tragédia foi o templo da Metodista Africana Emanuel, uma das igrejas mais antigas frequentadas pela comunidade negra da região.
Dylann Roof, de 21 anos, participou do culto por cerca de uma hora, depois sacou a arma e começou a atirar nas pessoas.
Preso pela polícia no dia seguinte, o jovem pode enfrentar a pena de morte. Segundo a imprensa, Roof era racista e falava sobre matar pessoas negras com frequência.
Preso pela polícia poucas horas depois dos assassinatos no Estado vizinho, ele se encontrou com os familiares das vítimas na audiência preliminar no tribunal de Charleston.
O que aconteceu em seguida emocionou os Estados Unidos e rapidamente viralizou na internet.
À medida que iam reconhecendo o atirador pelo circuito interno de TV do tribunal, todas as testemunhas disseram diante das câmeras que o perdoam. Um por um, eles usaram o microfone para se comunicar com o jovem que estava em outra sala.
“Você tirou algo muito precioso de mim”, disse Nadine Collier, filha de Ethel Lance, 70 anos, morta na igreja. “Eu nunca mais vou falar com ela novamente. Eu nunca mais poderei abraçá-la novamente. Mas eu te perdoo. E que Deus tenha piedade de sua alma. Você me machucou e machucou muitas pessoas, mas eu te perdoo”.
Em seguida, o pastor Anthony Thompson, que perdeu a esposa Myra no tiroteio, afirmou: “Eu te perdoo, minha família te perdoa, mas gostaríamos que você usasse essa oportunidade para se arrepender. Arrependa-se, confesse e entregue sua vida para Cristo, Aquele que o mais importante de todos. Assim ele poderá mudar a sua vida, independentemente do que venha a acontecer com você”.
Felicia Sanders, mãe de Tywanza Sanders, 26 anos, também morto dentro da igreja, convidou Dylann para voltar à igreja. “Receberemos você nas noites de quarta-feira em nosso estudo bíblico com os braços abertos. Você matou uma das pessoas mais belas que eu conheço… Cada fibra do meu corpo dói, e eu nunca mais serei a mesma. Tywanza Sanders era meu filho… Mas, como dizemos no estudo da Bíblia, nós apreciamos você. Que Deus tenha misericórdia de você”.
O jovem não esboçou reação, mas em menos de 24 horas o vídeo postado pelo site Buzzfeed já tinha mais de 600 mil visualizações e dezenas de milhares de compartilhamentos no Facebook.
A notícia e o vídeo foram publicados pelos principais órgãos de imprensa dos Estados Unidos e da Europa. Os comentários nas redes sociais mostram todo tipo de reação. Há quem acredite ser “tolice” perdoar e que Dylann merece o inferno. Muitos apoiaram as famílias das vítimas e dizem que a ‘guerra racial’ só irá acabar com demonstrações de amor como essa. 

Fonte: Gospelprime

sexta-feira, 19 de junho de 2015

IGIT - In God I Trust


IGIT (In God I Trust - Em Deus nós confiamos) era um sonho de Stan Charping em 2013, tendo por objetivo reintroduzir Cristo e as crenças cristãs de volta para as conversas normais dentro da nossa comunidade. No mundo de hoje, Deus está sentado no banco de trás em muitos casos em noticias negativas e publicidades negativas. Chegou a hora de trazer Deus de volta para conversa com uma influência positiva que pode nos ajudar no dia-a-dia.

IGIT é uma plataforma para dizer ao mundo "Em Deus Nós Confiamos" e seus ensinamentos de uma forma positiva e marcar vida para real mudança aqui na terra.

The IGIT initiative was a dream of Stan Charping's back in 2013.  He has the goal of reintroducing Christ and Christian beliefs back into the normal conversations within our communities.  In today's world, God takes a back seat in so many instances to other negative publicity and world news.  We think its time to bring God back into the conversation as a positive influence that can help our day to day lives.

 IGIT is our platform for telling the world that we trust in God and its teachings and we want to lead positive lives and make a real difference during our time here on earth.







quarta-feira, 17 de junho de 2015

Fire 2015 - 17 PALESTRAS IMPERDÍVEIS

UMA VERDADEIRA IMERSÃO EM EMPREENDEDORISMO E 
MARKETING DIGITAL COM OS MAIORES NOMES DO MERCADO!

17 palestras, 700 participantes e 2 dias de conhecimento e troca de experiências.



segunda-feira, 15 de junho de 2015

A origem do Estado Islâmico

Implantar um califado é umas das ideias do EI

Em 29 de agosto de 2014, o grupo terrorista sunita Estado Islâmico – que já foi denominado também como Estado Islâmico no Iraque e na Síria (EIIS ou a sigla em inglês ISIS) e Estado Islâmico no Iraque e no Levante (EIIL) – conhecido também pela sigla EI, anunciou que seu líder, Abu A-Bagdhadi, havia se autoproclamado califa da região situada ao noroeste do Iraque e em parte da região central da Síria

É formado por sunitas, o maior ramo do islamismo. Entre os países muçulmanos, os sunitas são minoria apenas entre as populações do Iraque e do Irã, compostas majoritariamente por xiitas. 




Os sunitas radicais do EI consideram que os xiitas são infiéis e devem ser mortos. Aos cristãos, os extremistas dão três opções: a conversão, o pagamento de uma taxa religiosa ou a pena de morte.

“Eles não reconhecem a legitimidade dos Estados que foram implementados no Oriente Médio, a partir dos interesses ocidentais, e então, simbolicamente, por exemplo, queimam os passaportes, as identidades nacionais. Eles querem criar uma identidade árabe, mas com base numa sustentação sunita do Islã”, explica o professor da Universidade de Brasília (UnB) Pio Penna, diretor-geral do Instituto Brasileiro de Relações Internacionais (Ibri).

“O nome inicial era Estado Islâmico do Iraque e do Levante, que é a região da Síria. Eles ganharam tanta confiança que mudaram o nome para Estado Islâmico, tirando a dimensão regional. A noção do califado é voltar ao império árabe muçulmano”, diz Penna.

A história do grupo terrorista Estado Islâmico está relacionada com o processo de crise política que se desencadeou no Iraque após a guerra iniciada em 2003. Como sabemos, a Guerra do Iraque se deu dois anos após os atentados terroristas de 11 de setembro de 2001, chefiados por membros da organização Al-Qaeda, então liderada por Osama Bin Laden. A Al-Qaeda possuía grande espaço de atuação no território iraquiano e em parte da Síria.

 O grupo Estado Islâmico nasceu como uma derivação da Al-Qaeda, fundamentado nos mesmos princípios desta organização, que remontam à ideologia pan-islâmica de Sayyid Qutb, antigo líder da Irmandade Muçulmana. Contudo, as ações do EI ficaram gradativamente mais radicais, até mesmo para os padrões da Al-Qaeda, o que provocou a separação entre as duas organizações terroristas.

Filmar extermínios é uma forma de propaganda do EI

É curiosa a grande adesão de simpatizantes não islâmicos e, frenquentemente, de origem europeia às causas do EI. Muitos jovens do Ocidente se oferecem para integrar o grupo e servir ao seu propósito jhadista. Esse tipo de comportamento preocupa vários chefes de estado da Europa, sobretudo pela possibilidade de infiltração que tais jovens, treinados como terroristas, possam realizar em solo europeu.

Fonte: História do Mundo - EBC - UOL

Conheça o Estado Islâmico, grupo radical com milhares de combatentes



Estaremos iniciando uma série de estudos sobre o Estado Islâmico - Grupo radical que está aterrorizando o mundo.

Vamos conhecer seu planos ?
Sua origem?
 Seus planos ?
 E quais ameaças ao cristianismo?

quinta-feira, 11 de junho de 2015

Uma Transexual verdadeiramente crucificado. Crucificado com Cristo! #testemunho





quarta-feira, 10 de junho de 2015

Faixa '100% Jesus" de Neymar causa polêmica na França, aponta jornal


Neymar vira noticia na imprensa francesa (Foto: Reprodução SporTV)


Francês "Le Figaro" diz que manifestação religiosa do atacante na comemoração pelo título da Champions foi vista como proselitismo por torcedores nas redes sociais


Campeão pela primeira vez da Liga dos Campeões com o Barcelona, Neymar chamou a atenção por usar uma faixa com a frase “100% Jesus” na cabeça durante a comemoração no Estádio Olímpico de Berlim, após a vitória por 3 a 1 sobre o Juventus. A manifestação religiosa causou polêmica na França, destacou o jornal “Le Figaro”. Segundo o veículo, torcedores nas redes sociais acusaram o craque de proselitismo religioso.

Internautas tacharam a mensagem de “ridícula” e criticaram a tentativa do brasileiro de “impor” sua religião aos outros. Um dos torcedores diz que a faixa do jogador foi a única “nota ruim” da decisão da Champions.

O jornal destacou que, antes do duelo, Neymar fez uma postagem em uma rede social pedindo que Deus abençoasse e protegesse o Barcelona na decisão. A mensagem vinha acompanhada de uma imagem do brasileiro ao lado de Luis Suárez e Lionel Messi, companheiros no Barça.
O comentarista de arbitragem Leonardo Gaciba informou ao “Redação” que o árbitro somente pode punir o jogador que faça uma demonstração religiosa durante o jogo. Após o apito final, durante a comemoração, não há como impedir a manifestação.

Seguidor da Igreja Pentecostal de São Vicente, Neymar fez o terceiro gol na vitória sobre a equipe italiana. O “Figaro” aponta que a Fifa proíbe a manifestação religiosa em jogos de futebol desde 2009, em uma medida que visava especialmente os brasileiros. Em 2002, na conquista da Copa do Mundo daquele ano, Kaká ficou famoso por exibir a camisa com os dizeres “Eu pertenço a Jesus” depois da final contra a Alemanha.


Veja o Vídeo Aqui

O que você achar disso ?
Fonte: Sportv

Artigos Recentes