728x90 AdSpace

  • Novidades

    sexta-feira, 1 de abril de 2011

    Quem é o Espírito Santo ? - 2º Trimestre/2011




    LIÇÃO 01 - QUEM É O ESPÍRITO SANTO INTRODUÇÃO

    Por: Igreja Evangélica Assembleia de Deus - Recife / PE
    Superintendência das Escolas Bíblicas Dominicais
    Pastor Presidente: Ailton José Alves

    Neste segundo trimestre do ano, em comemoração ao Centenário das Assembleias de Deus no Brasil,
    estudaremos sobre o Movimento Pentecostal, as doutrinas da nossa fé. Nesta primeira lição, nos dedicaremos ao estudo acerca do Espírito Santo, que é a Terceira Pessoa da Trindade, onde abordaremos sobre Sua divindade e personalidade; Sua atuação no Antigo e Novo Testamentos, bem como na experiência humana.

    I - QUEM É O ESPÍRITO SANTO
    O Espírito Santo é a Terceira Pessoa da Trindade (Mt 28.19; II Co 13.13). Ele é chamado de Espírito Santo porque Sua obra principal é a santificação. Por intermédio dEle, Deus opera na esfera espiritual, convencendo os pecadores (Jo 16.8), regenerando e santificando os crentes (Jo 3.5-8; Rm 15.16; I Co 6.11; II Ts 2.13; I Pe 1.1,2); e, capacitando-os a fazer a Sua obra (At 1.8). Apesar dos esforços que muitos têm empreendido para negar Sua existência, podemos afirmar, à luz das Sagradas Escrituras, que o Espírito Santo é uma pessoa, pois Ele é dotado de personalidade; e também é divino, pois Ele possui atributos exclusivos da Trindade, como nos ensina a Pneumatologia, que é a ciência que estuda a pessoa, obra, natureza, atributos e manifestações do Espírito Santo.



    II - A PERSONALIDADE E A DIVINDADE DO ESPÍRITO SANTO
    Embora que algumas seitas heréticas tentem negar a personalidade e a divindade do Espírito Santo, afirmando que Ele é apenas uma energia, ou uma força ativa de Deus, Seus atributos e atividades desmentem essa falsa teoria.
    Vejamos:

    2.1 A Personalidade do Espírito Santo. A Bíblia ensina que o Espírito Santo é uma pessoa, pois, além de possuir sentimento, intelecto e vontade, Ele age como uma pessoa e faz coisas que uma força ou energia jamais poderiam fazer. Vejamos:



    * Ele fala (At 13.2; Ap 2.7); * Ele guia (At 8.29; Rm 8.14); * Pode-se resistir a Ele (At 7.51);
    * Ele intercede (Rm 8.26); * Ele pode impedir (At 16.6,7); * Pode-se mentir a Ele (At 5.3,4);
    * Ele testifica (Jo 15:26); * Ele tem vontade própria (I Co 12.11); * Pode-se entristecê-Lo (Ef 4.30);
    * Ele ama (Rm 15.30); * Ele ensina e faz lembrar (Jo 14.26); * Pode-se blasfemar contra Ele (Mt 12.31,32).
     
    2.2 A Divindade do Espírito Santo. Em toda a Bíblia, podemos ver claramente que o Espírito Santo é Deus; pois, além de possuir atributos divinos, Ele faz coisas que somente Deus pode fazer. Vejamos:
    * Ele é eterno (Hb 9.14); * Ele é chamado “Deus” (At 5:3,4);
    * Ele é Todo-Poderoso (Lc 1.35; I Co 12.11); * Ele é mencionado junto com o Pai e o Filho (Mt 28.19; II Co 13.13);
    * Ele é Onipresente (Sl 139.7-10); * Ele é criador (Jó 33.4; Sl 104.30);
    * Ele é onisciente (I Co 2.10,11); * Ele inspirou a Palavra de Deus (I Pe 1.11; II Pe 1.21; cf II Tm 3.16).

    III - A ATUAÇÃO DO ESPÍRITO SANTO NO ANTIGO TESTAMENTO

    Diversas vezes a Bíblia descreve a atuação do Espírito Santo no AT. Vejamos algumas:

    3.1 O Espírito Santo na Criação. A primeira referência ao Espírito Santo no AT é em Gn 1.2, onde a Bíblia diz que “… o Espírito de Deus se movia sobre a face das águas”. Algumas versões trazem “mover-se”, mas a palavra hebraica é “estar sobre”. Assim como uma galinha fica sobre seus ovos para chocá-los e trazer nova vida ao mundo; da mesma maneira o Espírito Santo pairou sobre a criação, para encher seu vazio com as várias formas de vida, de onde resultou o relato de Gênesis 1 e 2. Assim, desde o princípio, o Espírito Santo estava ativo na criação, junto com o Pai e o Filho (Jó 26:13; 33.4; Sl 33:6; 104:30).

    3.2 O Espírito Santo agindo nos líderes de Israel. No AT, o Espírito Santo atuava, principalmente, na vida dos juízes, profetas, sacerdotes e reis, como por exemplo: Josué (Nm 27:18-21); Otoniel (Jz 3:9-10; José (Gn 41:38-40); Bezaleel (Êx 35:30-31); Moisés (Nm 11:16,17); Gideão (Jz 6:34), Jefté (Jz 11:29); Sansão (Jz 13:24,25); Saul (1 Sm 10:6); Davi (I Sm 16.13) e outros. Podemos entender, então, que Ele atuava de maneira específica e temporária, sobre pessoas específicas, e para obras específicas. O derramamento geral do Espírito é mencionado como um evento futuro (Jl 2.28,29).
    Encontramos no AT três expressões utilizadas para a atuação do Espírito Santo nas pessoas:
    • Ele vinha sobre alguém: “O Espírito de Deus se apoderou de Zacarias” (II Cr 24:20).
    • Ele repousava sobre alguém: “O Espírito repousou sobre eles” (Nm 11:25).
    • Ele enchia alguém: “Eu o enchi do Espírito de Deus” (Êx 31:3).
    IV - A ATUAÇÃO DO ESPÍRITO SANTO NO NOVO TESTAMENTO
    Com exceção da Segunda e Terceira Epístola de João, todos os livros do N.T. contém referências à pessoa e obra do Espírito Santo, onde podemos ler sobre a ação do Espírito Santo na vida de Cristo, dos pecadores e, principalmente dos servos de Deus. Vejamos alguns exemplos:
    4.1 O ESPÍRITO SANTO NA VIDA DE CRISTO. A Terceira Pessoa da Trindade é mencionada em diversas ocasiões da vida e ministério de Cristo.
    4.1.1 No Seu nascimento. O Espírito Santo é descrito como o Agente Miraculoso na concepção de Jesus (Ma 1.20; Lc 1:35).
    4.1.2 No Seu batismo. Por ocasião do batismo, o Espírito Santo desceu sobre Ele numa forma corpórea de uma pomba (Mt 3.16; Mc 1.10; Lc 3.22; Jo 1.32,33).
    4.1.3 No Seu ministério. O ministério de Jesus foi marcado pela presença do Espírito Santo (Mc 1.12; Lc 4.18,19; At 10.38).
    4.1.4 Na Sua morte. Nesse momento tão crucial, o Espírito de Deus não poderia estar ausente (Hb 9.14).
    4.1.5 Na Sua ressurreição. O Espírito Santo foi o agente vivificante na ressurreição de Cristo (Rm 1:4; 8:11).


    Em suma, podemos afirmar que Jesus foi concebido pelo Espírito (Lc 1:35); guiado pelo Espírito (Lc 4:1); ungido pelo Espírito (Lc 4:18; At 10:38); revestido com poder pelo Espírito (Mt 12:27, 28); ofereceu a Si mesmo pelos nossos pecados, pelo Espírito (Hb 9:14); foi ressuscitado pelo Espírito (Rm 8:11); e deu mandamentos por intermédio do Espírito (At 1:2).

    4.2 O ESPÍRITO SANTO NA EXPERIÊNCIA HUMANA. O NT Descreve diversas atividades do Espírito Santo na experiência humana, de maneira que, à luz da Bíblia, podemos afirmar que seria impossível o homem ser salvo, sem a ação do Espírito em sua vida.
    4.2.1 Ele convence. Em João 16:7-11 Jesus descreve a obra do Consolador em relação ao mundo, convencendo-o do pecado, da justiça e do juízo. Convencer, nesse texto, significa “levar ao conhecimento verdades que, de outra maneira, seriam postas em dúvida ou rejeitadas”; pois os homens não sabem o que é o pecado, a justiça e o juízo, necessitando, portanto, serem convencidos dessa verdade espiritual.
    4.2.2 Ele regenera. A regeneração é o mesmo que “nascer de novo”, ou seja, o milagre que ocorre na vida de todo aquele que teve um encontro com Cristo, tornando-o participante da natureza divina. Através da regeneração, o homem passa a desfrutar de uma nova realidade espiritual, tornando-se uma nova criatura em Cristo (Jo 3.5-8; Tt 3.5).
    4.2.3 Ele habita. No ato da regeneração, o Espírito Santo passa a habitar no crente, mantendo uma relação pessoal com o indivíduo. Esta união com Deus é chamada de habitação ou morada do Espírito em nós (Jo 14:17; Rm. 8:9; I Co 6:19; II Tm 1:14: I Jo 2:27; 3.24; Ap 3:20).
    4.2.4 Ele reveste de poder e concede dons. Uma das principais atividades do Espírito Santo na vida do cristão é revesti-lo de poder (At 1.8), distribuindo dons espirituais (I Co 12.7-11) e capacitando-o a testemunhar de Cristo.
    CONCLUSÃO
    Sendo o Espírito Santo “Deus”, seria impossível defini-Lo ou descrevê-Lo em Sua plenitude. Por isso, nesse breve esboço, procuramos apenas descrever alguns atributos, bem como algumas de suas atividades que foram registradas nas Sagradas Escrituras, tanto no Antigo como no Novo Testamento. Sem esquecer-nos, no entanto, de que a atuação deste supremo Ser, não se limita às experiências que foram registradas nas páginas das Sagradas Escrituras; pois, Ele continua agindo, de maneira atuante e marcante, na vida dos pecadores, e, principalmente, dos servos de Deus, espalhados por todo o mundo.

    REFERÊNCIAS
    • A existência e a Pessoa do Espírito Santo. Severino Pedro da Silva. C.P.A.D.
    • Conhecendo as Doutrinas da Bíblia. Myer Pearlman. Vida.
    • O que a Bíblia diz sobre o Espírito Santo. Stanley Horton. C.P.A.D.
    • Teologia Sistemática. Eurico Bérgsten. C.P.A.D
    Publicado no site da Rede Brasil de Comunicação
    • Commentários do Bloger
    • Comentários do Facebook Comments

    0 comentários:

    Item Reviewed: Quem é o Espírito Santo ? - 2º Trimestre/2011 Rating: 5 Reviewed By: Lejota Soluções
    Scroll to Top