728x90 AdSpace

  • Novidades

    domingo, 14 de outubro de 2012

    Como o cristão deve lidar com as enfermidades?




    Em primeiro lugar, o cristão deve ter em mente todas as verdades bíblicas que abordamos até aqui, reconhecendo que, infelizmente, enfermidades fazem parte da nossa vida neste mundo. Ele deve ter cuidado para não cometer a tolice de culpar a Deus pelos males que está enfrentando. As pessoas que não conhecem a Deus usam desse expediente costumeiramente em momentos de adversidade, como se nós, seres humanos, fôssemos merecedores de alguma coisa e Deus, injusto por permitir a adversidade.

    Em segundo lugar, o cristão sincero deve estar consciente de que Deus pode curá-lo se houver fé em Jesus para cura (Êx 15.26; Lc 8.48; Hb 13.8; Mc 16.17,18; Jo 11.40), e que Ele pode fazê-lo ou imediatamente ou muito tempo depois de se buscar a sua presença pedindo um milagre. Mesmo depois de ter começado um tratamento, o crente pode continuar pedindo a cura. A mulher do fluxo de sangue se tratara com vários médicos e, nesse período, como judia crente em Jeová, cremos que buscara também a Deus, mas só foi curada anos depois, quando se encontrou pessoalmente com Jesus (Lc 8.43-48). É importante também que o crente que sentiu que recebeu de Deus a cura faça os devidos exames para comprová-la, para que possa corroborar diante de todos o seu testemunho de fé, que servirá para edificação dos demais irmãos, a evangelização dos não-crentes e a glorificação do nome do Senhor Jesus.

    Em terceiro lugar, se o cristão encontra-se enfermo, deve procurar tratamento. Tal recomendação pode parecer muito óbvia, mas se faz necessária porque, infelizmente, há ainda crentes que pensam que tomar medicamentos e ir aos médicos são sinal de falta de fé. Terrível engano. Uma coisa é não ter fé e outra bem diferente é Deus não querer curar pela sua soberana vontade.

    Constatada e diagnosticada a enfermidade, espera-se que o crente em Cristo peça primeiro a intervenção divina, mas se esta não acontecer, ele deve procurar naturalmente os médicos. Se oramos com fé pelo milagre e Deus não o concede naquele momento, devemos usar os métodos naturais de tratamento. O próprio Deus espera que o façamos. Jesus asseverou que os doentes precisam de médicos (Lc 5.31), e Deus também usa médicos para abençoar as pessoas. Um dos grandes cristãos da época da Igreja Primitiva era Lucas, um médico companheiro do apóstolo Paulo em suas viagens missionárias e biógrafo de Cristo, e que ficou conhecido como "o médico amado".

    Se o médico nos recomenda medicamentos confiáveis para tratar determinada doença que estamos experimentando, devemos, claro, usá-los. A Bíblia diz que para o rei Ezequias ser curado de uma terrível e mortal enfermidade que acometeu a sua vida Deus fez com que o profeta Isaías o orientasse a usar um remédio natural (2 Rs 20.7; Is 38.21).

    Em quarto lugar, o cristão deve aprender a confiar em Deus em meio à dor (SI 23.4; 91.1,2), lembrando das palavras do salmista: "O Senhor assiste no leito da enfermidade; na doença, tu lhe afofas a cama" (SI 41.3).

    Em quinto lugar, as tribulações que experimentamos nos capacitam para ajudar outras pessoas em sofrimento, como nos ensinam as Sagradas Escrituras em 2 Coríntios 1.3,4: "Bendito seja o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, o Pai das misericórdias e o Deus de toda consolação, que nos consola em toda a nossa tribulação, para que também possamos consolar os que estiverem em alguma tribulação, com a consolação com que nós mesmos somos consolados de Deus".

    Devemos nos conscientizar de que Deus não está distante, não importa quão dolorosa seja a experiência que vivenciamos. Ele é amor e tem consolações tremendas para nos conceder em meio às dores que vivemos, e com as consolações com as quais somos consolados, Deus nos usará para consolar outros.
     Foi assim, por exemplo, com grandes nomes da história do cristianismo, como a compositora Charlotte Elliott, no século 19, e a escritora e conferencista Joni Eareckson Tada, em nossos dias, só para citar dois grandes exemplos.

    Enfim, querido leitor, esteja certo de que Jesus cura! Inclusive, se você está padecendo de alguma enfermidade hoje, Ele pode curá-lo agora mesmo, se você crer nEle! Mas, se Ele não quiser fazê-lo, não se desespere. Saiba que, com certeza, Ele dará graça e poder para você enfrentar a adversidade e superá-la. Basta confiar nEle, buscar a sua presença e lançar-se rendido aos seus braços.

    Não há consolação maior nem socorro mais perfeito do que os que encontramos no seio do nosso Deus e Pai.

    Fonte Vencendo as aflições da vida. de Silas Daniel e Alexandre Coelho Galdino
    • Commentários do Bloger
    • Comentários do Facebook Comments

    0 comentários:

    Item Reviewed: Como o cristão deve lidar com as enfermidades? Rating: 5 Reviewed By: Lejota Soluções
    Scroll to Top