Header Ads

500 anos de Reforma! Vamos celebrar?!

Vamos celebrar a centralidade de Cristo. Os reformadores levantaram a bandeira que nenhum líder, clero ou governante merece a honra que é dada somente a Cristo. Não há nenhum ser que é, ao mesmo tempo, verdadeiro Deus e verdadeiro homem.
Vamos celebrar a centralidade da Palavra. Nenhum profeta, credo, autoridade eclesiástica ou acadêmica, etc. está acima da Sagrada Escritura. No que diz respeito à vida espiritual, não há texto mais completo, sublime e autoritativo. Sim, somos o povo do livro, o povo que ouve Deus através do Verbo.
Vamos celebrar a graça, a maravilhosa graça. Não somos inimigos de Deus porque Ele nos olha através dos méritos de Cristo. A salvação não é uma conquista, mas é um presente. A fé nos é dada, não é comprada com nossos talentos. A nossa melhor obra é mera vaidade, mas, pela graça, ganhamos a solidez da Rocha.
Vamos celebrar a glória de Deus. Todo orgulho, toda vaidade, toda arrogância, toda autoexaltação, toda justiça própria, toda celebração do eu é nada diante do “Eu Sou”.
Vamos celebrar o sacerdócio universal de todo crente. O acesso é livre. O véu está rasgado. Não dependemos de mediação humana. Não dependemos da boa vontade de alguém para nos agregar a Deus. Cristo é o nosso mediador, o nosso sumo sacerdote.
Vamos celebrar o sopro do Espírito. O Espírito de Cristo nos agracia com dons para a edificação comunitária. O Espírito de Deus nos capacita graciosamente para a proclamação missionária. O Pentecostes não é apenas continuado pela existência da Igreja, mas a Igreja deve vivenciar e continuar o Pentecostes.
VIVA A REFORMA! A reforma não é revolução, pois nunca quis colocar um novo fundamento. A Reforma é um avivamento, um despertamento, é uma volta ao primeiro amor. O Espírito nos chama de volta. Obrigado, Senhor!
Por Gutierres Fernandes Siqueira do Teologia Pentecostal

Nenhum comentário

Comente e deixe sua opinião

Fique com Deus

Tecnologia do Blogger.