• Novidades

    terça-feira, 31 de março de 2020

    O cristianismo e as Pandemias #01


    Embora a sabedoria, a solidariedade e o amor ao próximo nos levem a participar da contenção da epidemia, tanto quanto possível, lembro-me das muitas vezes na história em que a luz da caridade cristã brilhou com um brilho deslumbrante em meio a tempos sombrios de doenças infecciosas e agitação social.

    “No ano 165, uma praga varreu o poderoso Império Romano, exterminando uma em cada três da população. Aconteceu novamente em 251, quando 5.000 pessoas por dia estavam morrendo apenas na cidade de Roma. Os infectados foram abandonados por suas famílias para morrer nas ruas. O governo estava desamparado e o próprio imperador sucumbiu à praga.

    Os sacerdotes pagãos fugiram de seus templos, onde as pessoas haviam se reunido em busca de conforto e explicação. As pessoas eram muito fracas para se ajudar. Se a varíola não o matasse, fome, sede e solidão matariam.

    O efeito na sociedade em geral foi catastrófico. No entanto, após as pragas, a boa reputação do cristianismo foi confirmada e sua população cresceu exponencialmente. Por que é isso? Os cristãos não vieram armados com respostas intelectuais para o problema do mal.

    Eles não desfrutavam de uma capacidade sobrenatural de evitar dor e sofrimento. O que eles tinham era água, comida e presença deles.

    Em resumo, se você conheceu um cristão, era estatisticamente mais propenso a sobreviver, e se você sobreviveu, foi a igreja que lhe ofereceu o ambiente mais amoroso, estável e social.

    Não foi a apologética inteligente, a organização política estratégica ou o testemunho do martírio que converteu um Império, mas a simples convicção de homens e mulheres normais de que o que eles faziam pelo menor de seus vizinhos e faziam por Cristo. (1)

    Fonte: (1) Stephen Backhouse citado em Loving Mercy, de Simon Ponsonby : Como Servir um Salvador Ternoso (Oxford: Monarch Books, 2012), 155. - Tradução Livre




    • Comentários
    • Comentários pelo Facebook
    Item Reviewed: O cristianismo e as Pandemias #01 Rating: 5 Reviewed By: Jefferson Sales
    Volta ao topo