• Novidades

    quarta-feira, 1 de abril de 2020

    No meio da Crise procure sua Missão - Ed Stetzer

    Procure missão, não isolamento
    Um fato trágico sobre a nossa sociedade é que tornamos o enfrentamento desta crise do vírus significativamente mais difícil através da nossa polarização e politização. O problema com a intensificação das guerras culturais na década passada é que essencialmente tratavamos como se tivéssemos a praga de acordo com suas alianças culturais e políticas. Agora, quando precisamos trabalhar juntos e eliminar diferenças tribais, temos pouca confiança.
    Nesse contexto, deixe-me sugerir algumas maneiras práticas pelas quais os cristãos podem buscar a missão do evangelho, em vez de se isolarem completamente.
    Primeiro, concentre-se nas populações vulneráveis ​​que serão particularmente afetadas por esse vírus.
    Isso é principalmente homens e mulheres mais velhos e aqueles com riscos à saúde subjacentes. Pense naqueles ao seu alcance imediato em qualquer uma dessas categorias e como você pode ajudá-los a se preparar.
    Eles têm comida ou remédios suficientes? Eles tem um canal de comunicação para você e outras pessoas pedirem ajuda? Não pode haver nas Escrituras uma imagem mais clara de como viver nossa fé do que cuidar das viúvas. Estar pronto e disponível para se comunicar agora mesmo enquanto estamos nos preparando.
    Segundo, resista à mentalidade de "bunker" que se prioriza à exclusão dos outros.
    Precisamos sempre ouvir os profissionais médicos e, se você mostrar sinais de doença, é a melhor maneira de amar os outros e se estiver longe. No entanto, o medo também pode nos obrigar a acumular o que podemos e construir muros para manter os outros afastados.
    Quando todos estão pensando sobre o que eu tenho, o evangelho nos chama para cuidar do que os outros têm.
    Mesmo agora, comecei a procurar meus vizinhos. Você também pode. Imagine milhões de cristãos checando seus vizinhos esta semana, para ver como eles estão preparados, ao invés de correrem para os supermercados para  está preparado.
    Às vezes, até mesmo deixar as pessoas saberem que você está lá e disponível para ajudar, caso precisem de você, é uma maneira significativa.
    Terceiro, esteja pronto para pagar um custo.
    Não posso prometer que ser missionário no meio de uma crise não terá um custo. Muitos cristãos que ministravam em meio a pragas ou que doavam seus recursos mesmo durante a fome ao longo da história da igreja pagavam com suas vidas. Não digo isso para induzir o pânico e reconheço que isso pode causar hesitação.
    Mas meu objetivo é chamar a atenção para a realidade que não servimos por causa de uma recompensa terrena, porque nossa esperança está segura no céu. Esse ato de dar um custo pessoal tão elevado é um ato de fé, somente possível através do poder do Espírito de Deus trabalhando na vida de um crente. Comece a orar agora para que você esteja pronto para intensificar e viver sua fé quando chegar a hora.
    Essa é a nossa hora
    Embora assustador, esse vírus representa uma rara janela para a igreja. Seja por politização ou tendências culturais, a frase “cristão evangélico” já passou por dias melhores. Ao longo de tudo, sempre afirmei que, quando as fichas acabarem, os evangélicos liderarão o caminho para servir e cuidar dos outros nos momentos de crise.
    Chegamos ao momento em que queremos cumprir nossas palavras ou devemos parar de falar sobre missão no reino e evangelismo. A maneira como reagimos a essa crise ajudará muito a determinar se há um evangelicalismo avançando.
    Ed Stetzer é diretor executivo do Billy Graham Center , atua como reitor do Wheaton College e publica recursos de liderança da igreja por meio do Mission Group . Andrew MacDonald é diretor associado do Instituto Billy Graham Center.
    Fonte: Parte do artigo Christians, This Is Our Moment: A Call to Clarity and Mission in CT
    Tradução: Jefferson Sales

    • Comentários
    • Comentários pelo Facebook
    Item Reviewed: No meio da Crise procure sua Missão - Ed Stetzer Rating: 5 Reviewed By: Jefferson Sales
    Volta ao topo